Dev2 Comunicação Integrada

Acompanhe as novidadesaqui no Blog

Inteligência artificial, machine learning e o futuro do marketing


Inteligência artificial, machine learning e o futuro do marketing

Você consegue imaginar o mundo atual sem internet? As gerações mais antigas poderiam até responder que sim, que sabem como é viver sem a facilidade de envio de e-mails, sem a possibilidade de poder fazer transações bancárias com um simples comando pelo celular, sem a comodidade de baixar milhares de músicas com um simples toque ou sem a comodidade da troca de mensagens pelo WhatsApp. Mas para nós, a geração atual, é praticamente impossível conceber a ideia de viver essas facilidades.

E essa transformação digital tem acontecido de maneira cada vez mais rápida, dinâmica e impressionante. Coisas que antes pareciam inimagináveis, agora são possíveis, inclusive e principalmente com a visão voltada ao mercado, tendo como alvo o consumidor e suas necessidades. Um dos mercados que mais sofreram adaptações devido a um mundo que está totalmente conectado é o do marketing. O objetivo é e sempre será o mesmo: vender produtos, tornar a marca conhecida e fidelizar clientes. Mas com a era digital a atuação desse setor é totalmente distinta e, para que os objetivos comerciais sejam atingidos, é preciso abraçar e entender essa transformação.

Uma das mudanças que exemplifica essa fase digital é a forma como os sites institucionais das empresas se apresentam. Se antes  o objetivo era praticamente apenas informar alguns dados básicos da empresa e ter um endereço online para ser encontrado em sites de busca, hoje, diante da grande concorrência e da necessidade de possuir um diferencial ante esses concorrentes, o conteúdo digital passou a ser extremamente importante. Técnicas de SEO (Search Engine Optimization), que são estratégias que tem por objetivo de potencializar e melhorar o posicionamento de um site nas páginas de busca, passaram a ser aplicadas aos conteúdos online como forma de conquistar mais visitantes e consequentemente possíveis novos clientes.

A inteligência artificial também mudou a maneira como o marketing enxerga as pessoas. É de conhecimento que as pessoas passam muito mais tempo conectadas e sempre buscam alternativas que ofereçam algum diferencial. Ferramentas que conseguem captar dados sobre o usuário e utilizá-los a favor da empresa são usadas para criar a aproximação necessária e oferecer sugestões com base nas preferências de cada um. Personalizar, no entanto, tornou-se essencial a todos os negócios que trabalham com produtos e serviços. Isso resulta em recomendações mais assertivas, e consequentemente, vendas mais garantidas. “Comerciantes que buscam engajamento sob medida e em tempo real precisam de dados fortes e flexíveis que continuamente envolvam aplicações transformadoras de inteligência artificial”, afirma Bryan Yeagar, diretor de pesquisas da Gartner.

Com todas essas mudanças, os profissionais dessas áreas precisam se adequar às novas necessidades e tendências e se prepararem para se integrar às tecnologias do futuro. Assim serão capazes de discernir com mais facilidade os sinais dados pelo consumidor, e tudo isso de um jeito rápido e natural.

« Voltar