Dev2 Comunicação Integrada

Acompanhe as novidadesaqui no Blog

15% a mais do que 2017


15% a mais do que 2017

Final de ano se aproxima, época de alegria, de compras, de presentes de Natal. O Black Friday inaugura essa temporada de compras natalinas, na quarta sexta feira de novembro. Neste ano, será no dia 23 de novembro e a expectativa é de que deva ultrapassar o volume de vendas do ano passado, com crescimento de 15% a mais e 4 milhões de pedidos online, e ultrapassando a marca de R$ 2 bilhões em vendas. Irá atrair o interesse de 88,6% dos e-consumidores, que afirmam ter intenção de comprar na ocasião – alta de cerca de oito pontos percentuais com relação à pesquisa de expectativa de consumo realizada no ano passado.
Isso é que aponta a estimativa da Ebit|Nielsen, empresa que mede a reputação das lojas virtuais por meio de pesquisas com consumidores reais, gerando dados estratégicos e táticas para o mercado online.
Neste ano, uma medida da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico, associação especializada em capacitar indivíduos e organizações para a prática segura no comércio eletrônico incentiva as empresas a gerarem descontos reais: reeditou um código de ética que garante o selo “Black Friday Legal” ao site que aderir. As empresas que ganharem o selo se comprometem a oferecer descontos de verdade e não maquiar preços durante a promoção.
O e-commerce continua como o principal canal de venda durante a data. Em 2017, 52% das pessoas entrevistadas fizeram suas compras em uma loja online e 57% delas pesquisaram os produtos de interesse online antes de concluir a aquisição.
Keine Monteiro, head de inteligência e operações da Nielsen, afirma que “O cenário é um reflexo de todo trabalho e repercussão positiva das últimas edições. As lojas também são fortemente impactadas por esse mérito e precisam zelar por sua reputação no mercado. Para 39% dos consumidores, confiança na marca é determinante na escolha, seguido de menor prazo de entrega, citado por 28% das pessoas”.

« Voltar